O que você se torna?

O que você se torna? Porque você se torna? No embaraço de um barco que navega em mares envoltos De sentido, falta de sentido, Sofrimento, prazer, desejo, percepções e sentimento. O mar está vazio ou cheio? Porque deve estar sempre cheio? Os mares vazios são os que muitos guerreiros adormecem Após o Leviatã derrubar fortes... Continuar Lendo →

Estratégico

O que se faz quando tudo que você sentiuNão passou de um delírio?E logo em seguida novamente você erraSe embriagando em vazio?São linhas de um cálculo torpe e vil,Estratégia entorpecida.O que se faz quando quase todos seus textosSe fundamentaram em idealismosDe um menino que supõe fantasmas na cozinha?Você colheu o que plantou,Sem tragédias, determinismos ou... Continuar Lendo →

Foi ali e já volta

Um homem bêbado e nu se aproximou de sua janela e encarou o céu noturno com afeto. Sem pudor algum, ele se expôs ao cosmos e exigiu dele a mesma diligência. Após uma delonga daquelas, as nuvens deslizaram no horizonte feito um desabotoado vestido em queda livre. Exibindo, com isso, um plano celestial maravilhoso, recheado... Continuar Lendo →

Quase todo dia

Palmeiras crescem sobre as coberturas, as coberturas moram em cima dos prédios, os prédios cospem as pessoas de manhã, E as pessoas? As pessoas caem sobre o chão e dormem, morrem, escorrem pelos viadutos, entopem praças e botequins, amontoam-se sobre as calçadas, inchadas de ódio comum, puro, um ódio inocente, um ódio de gente. A... Continuar Lendo →

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: