Mistério Sagrado

Teus olhos castanhosFixados em mim,Cuja clareza competeAo momento inicialQue o universo foi criado. E todos os anjos da cidadeParam para contemplar,A beleza que há no momentoQuando dois olhares se amamNa eternidade de um instante. Ana Una do Rio Grande,Do Sul miúdo de cidadesOu do Norte sertão grandeDo Rio de Janeiro meu coraçãoDa Bahia de Uma... Continuar Lendo →

lonjuras

estranhezas dentro. medos que antes não tinha começaram a surgir. envelhecer causa estranheza, libera medos. comigo é assim. pra você também? pensava que envelhecer faria com que a coragem aparecesse mais, só que não tá sendo assim. pensava que o medo de acabar faria com que fizesse mais coisas, vivesse mais, sabe? tenho parado em... Continuar Lendo →

One life, one chance

Só precisei vê-la uma vezE soube que ela era minha.Rolou um upload mútuo.Sentimento pra lá de indescritível.Foi no terceiro vagão grafitado,No meio da segunda fileira.Ela usava um branco e curto vestidoTinha um castanho solto e lisoGargantilha e all-star surrado. Ela só precisou me ver uma vezE ela soube que eu era dela.Rolou um download mútuo,Sentimento... Continuar Lendo →

Atibaia

Não se podesmentir para o lagoO reflexo é a verdadevidrada em vocêTal como as pedrasSuas promessasCruzam o espaçoSaltando a margemDe lado a ladoAté afundar,apagar,esquecer. Não se podesmentir para o lagoEventualmenteDeus tambémIrá saberAs orações sedesmanchamNo lagoFeito cinzeiroAbraçando oCigarro"RecomeçarPor onde?” ou“O que fizPra merecer?". Não se podesMentir para o lagoTroque esse discoFaça por merecer. Não se podesMentir... Continuar Lendo →

Humaitá

Tanta amarguraBela florTanto ódio eDesamorVeja os pássarosDo outroladoEntortam os galhospor amor. Esquece eleBela florFinge que nuncaaconteceuNa estante temum quadroEm baixo dele,um livro meu. É um presenteBela florEm homenagemou despedidaSinto falta dosSeus lábiosO que há deerradoCom as nossasvidas? Há esperança?Bela florPra começarmosVarrendo asdesculpas?Estou livreAs dez e meiaDe malas prontasMas cheiasde dúvidas. No quiosqueBela florDa LagoaRodrigo de... Continuar Lendo →

Notas no fundo do armário

02/2018, Não ser capaz de escolher quem amamos é, provavelmente, um dos maiores defeitos da espécie humana. Amar alguém que não te ama e ser amado por alguém que você não quer definiu, define e definirá a condição amorosa da maior parte das pessoas que nasceram, nascem e nascerão nesse planeta. Quanto a isso, não... Continuar Lendo →

Pernambuco

Excomungado sejam todos! Todos esses pujantes ventos Que, de súbito, invadiram Suas flores cinzas, Suas mudas lindas, Suas poses finas, Soterrando o leve da luz E o mudo culto ao fruto Doce fruto do teu cajá. Dos galhos frágeis Perfeitamente secos Pouco a pouco os vejo Nos vestígios desleixados No marketing do consumo Pobre lenha... Continuar Lendo →

Pra onde os gatos vão depois que morrem

Disse que a vida só cansa, que tudo tava uma merda, a voz saiu assim abafada. C. me disse outras coisas também, mas não dei importância, eram coisas confusas. Desvarios de quem perde, não prestei atenção.  O computador estava ligado – precisar dessa máquina para viver é uma merda. C. foi deitar, não queria mais... Continuar Lendo →

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: