Everybody’s got to learn sometime

Oi. Acredito que ao enviar sua última carta, você já não esperava mais nenhuma resposta. Provavelmente achou que meu ódio sobressairia meu desejo quase natural de dar a última palavra na discussão, de ser o último a falar e conceber o ponto final dos dilemas e conflitos. Pois bem, se assim pensou, você estava errada.... Continuar Lendo →

Nos invejam porque somos mortais!

Deparamos perante a misteriosa imensidão do espaço e nos questionamos acerca dos sentidos que existem nas areias do tempo... Que diferença tem de nós para os milhares que vieram antes? Dos guerreiros caçadores coletores ao triunfo dos heróis aos camponeses do medievo, o que nos difere deles? O que nos torna mais sublimes e importantes?... Continuar Lendo →

Imensidões

Querida, Passei um tempo sem escrever, queria me sufocar e estava funcionando, mas agora não consigo mais… eu preciso dizer, preciso escrever e necessito demasiadamente falar sobre essas merdas que me acontecem. Eu quis fugir da escrita, quis me refugiar no ócio, mas não me é mais possível. Esse é um daqueles piores momentos da... Continuar Lendo →

Letargia

Minha queridíssima,   Recebi suas cartas, o livro, seus recados. Perdoe-me não ter respondido suas delicadezas. Estava ocupada demais presa em mim mesma, vendo-me e permitindo corroer-me. Peço-lhe mil perdões por tamanha grosseria. Voltei a mim e percebi o quão mal estava me fazendo e também aos que me cercam. É imensa a vergonha que... Continuar Lendo →

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: