Meio aliterado

Hoje sinto seus lábios. Cismados, selados, Alados, enrolados, Adoçados e nivelados. De tal modo, Estatelados, acuados, Avermelhados, titilados, Encabulados e aveludados. Num sentimento, Afortunado, obstinado, Predestinado, apaixonado, Acalorado e calcificado. E quem eu sou? Favelado, dissimulado, Bitolado, abestado, Complicado e limitado. Mas mesmo assim, Desconsiderado, empolado, Amarelado, assombrado, Trollado e assolado. Estou aqui, Sou amado.... Continuar Lendo →

Un destino arrastrándose

La Paz - Bolívia, 1975   Ainda me lembro daqueles olhos escarlates... eles brilhavam de tal forma que não dissipavam as trevas, pelo contrário: devoravam a escuridão da noite. Aos poucos ela avançou e sem razões aparentes, como num predestino, picou o meu pé. Muitos foram os que tentaram me ajudar, mas antes de reunir... Continuar Lendo →

Diferenças casadas

As palavras pesam na minha boca com sapiência e ternura. O gaguejar suave, as pausas sob contextos concedem-me a cada segundo, uma língua medonhamente trêmula e confusa. Meus lábios apresentam características infantis... estou completamente bobo! Tal como uma criança provando pirulitos pela primeira vez. E por falar em princípios, não me recordo de já ter... Continuar Lendo →

Dia dos namorados

    Esqueça as desculpas pessimistas de que tudo isso não passa de uma data comercial. Comerciais podem ser feitos com qualquer coisa, até com simples aniversários. Dê três informações sobre sua vida, uma bela quantia em dinheiro e uma revista de horóscopos ao dono da casa de telemensagens e lhe garanto que haverá um... Continuar Lendo →

Louco por você

Todo homem precisa de uma mulher pra ficar louco. Isso porque a realidade é séria e totalmente sã. A sanidade, quando em excesso, passa a ser chata. Pois desde sempre criamos perfis de seriedade: na escola, no trabalho, na igreja, na cantada, em respeito aos pais, aos vizinhos, aos parentes e até quando damos informações... Continuar Lendo →

Homens e chances

  A brincadeira começou logo após uma pergunta chave, numa roda de amigos. Visto que a maioria do grupo era composta por garotas, um dos rapazes lançou certa questão inocente no ar que, mal sabe ele, utilizei durante muitos anos na lapidação da minha própria personalidade. “Eae, garotas! Quais são os tipos de rapazes que... Continuar Lendo →

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: